Publicado em 29 de September de 2016
Luciano Simão

O desenvolvimento do setor florestal depende de planejamento constante. Desde a implantação florestal, definição dos tratos culturais, construção de estradas de uso florestal, escolha do sistema de colheita mais adequado e, consequentemente, os equipamentos mais apropriados. Quando as estratégias envolvem o controle das pragas florestais, em especial as formigas cortadeiras, não é diferente. Afinal, os pequenos insetos podem gerar grandes perdas produtivas, se não forem corretamente controlados. No mesmo sentido, definir estratégias para minimizar as chances de lidar com máquinas paradas no campo é essencial, assim como escolher entre peças genuínas ou remanufaturadas.

Como exemplo de visão de longo prazo, a entrevista desta edição conta um pouco da história da família Giacomet, que tem mais de 100 anos de vínculos com o setor madeireiro. Em um bate-papo descontraído, conversamos com Tarso Giacomet, acionista e ex-diretor da Araupel. Confira na página 07.

Para fechar a edição, confira a programação completa do 2º Encontro brasileiro de Infraestrutura e Logística Florestal, que acontece no início de outubro em Curitiba.

 

Para ter acesso à publicação, clique aqui!
Para fazer o download da revista, clique aqui!

Fonte: Malinosvki