Publicado em 4 de March de 2015
Amanda Scandelari

A Ligna, feira de máquinas e equipamentos para o setor madeireiro, tem novidades para a edição de 2015. O foco principal do evento, que acontece entre 11 e 15 de maio em Hannover (Alemanha), é a tecnologia. Mas a novidade que mais interessa ao segmento florestal é a estreia da Wood Industry Summit, uma plataforma inteligente e integrada que inclui uma área de exposição, plataforma de matchmaking e um fórum. A novidade tem como objetivo levar novidades sobre equipamentos de silvicultura em grande escala e outras tecnologias primárias de processamento de madeira. Todo dia a Wood Industry Summit terá início com uma breve apresentação de um tema atual e uma palestra sobre mercado, seguida por uma visita à exposição. Para finalizar, um debate entre especialistas sobre temas diversos relacionados ao setor.

A John Deere é uma das empresas florestais participantes da feira, que terá em exposição soluções que otimizam máquinas, uptime e canteiros. No evento, apresentarão o ForestSight™, um sistema projetado para manter alta produtividade e aumentar a rentabilidade das operações dos clientes através do ciclo de vida das máquinas.

A empresa norte-americana ainda mostrará as soluções JDLink™ e o TimberOffice™, que  proporcionam operações florestais mais competitivas e rentáveis. O proprietário da máquina recebe alertas em tempo real e informações úteis sobre a localização, uso, consumo de combustível e de serviços necessários em cada máquina. A informação fica disponível diretamente ou em um computador do escritório, tablet ou smartphone.

A Ponsse também estará presente na Ligna 2015 com o harvester Scorpion, que faz parte da nova geração de máquinas da empresa. Com o foco na ergonomia, o Scorpion oferece estabilidade, visibilidade ampla e conforto ao operador.

Os drones também estarão presentes na exposição. As informações áreas captadas por esses pequenos aviões não tripulados permitem a realização de inventários e pesquisas com precisão e alcance significativos. Os resultados obtidos podem ser incorporados diretamente no planejamento operacional.

Fonte: Ligna