Publicado em 5 de August de 2010

           A expectativa para a primeira feira florestal dinâmica na América Latina, a Feira Florestal Brasileira – Expoforest 2011, que será realizada de 13 a 15 de abril de 2011 em Mogi Guaçu (SP), tem mobilizado os principais fabricantes do setor no país. A John Deere, por exemplo, que atua no mercado florestal desde 1996, acredita que o novo formato da feira, na qual estará reunida toda a cadeia, irá garantir uma quantidade maior de participantes. "O fato de o evento ter demonstrações dinâmicas, permitirá aos clientes comprovar in loco as características e as vantagens operacionais das máquinas. Isso os ajudará a definir o modelo ideal necessário para sua operação e, possivelmente, concretizaremos novos negócios", afirma o gerente Comercial para a América Latina da John Deere, Roberto Torres Marques. 

            De acordo com o gerente, além de promover a marca, "a feira também é uma oportunidade para que, juntamente com a equipe técnica, possamos mostrar todas as vantagens dos equipamentos florestais John Deere", salienta. Para Marques, como o Brasil é o maior mercado florestal da América Latina e uma referência mundial em termos de eficiência de colheita florestal, essa feira já se fazia necessária há algum tempo e será muito bem-vinda. "Para nós, a principal expectativa é a de poder estar junto de nossos clientes, conversar e conhecer cada vez mais suas necessidades, o que nos ajudará a construir equipamentos de alta qualidade", diz. A empresa aproveitará a oportunidade para lançar novidades de melhorias de seus produtos.

               A John Deere oferece a seus clientes solução completa em equipamentos florestais, desde a linha cut-to-length e full-tree, até o aproveitamento de biomassa. Segundo Marques, a empresa procura estabelecer uma relação de comprometimento com os clientes garantindo soluções inovadoras de alta tecnologia, disponibilidade e baixos custos operacionais. "Os recém-lançados harvesters de pneus e forwarders da série E, os feller-bunchers e harvesters sobre esteiras da série K e os skidders da série H são prova disso", afirma o gerente.
 
Além da comercialização dos equipamentos, a John Deere oferece uma ampla estrutura de pós-venda e suporte para o mercado florestal. A unidade brasileira é responsável pelos mercados florestais da América Latina. No Brasil, a distribuição é feita de maneira direta, com estrutura própria nas áreas comercial, de marketing e de pós-venda.

Mais inforamções sobre a John Deere, acesse: www.johndeere.com.br