Publicado em 8 de March de 2010

  Como Funciona a Produção de Harvesters e Forwarders John Deere.

            Não existe lugar melhor para fabricar grandes máquinas florestais do que uma cidade situada no meio de florestas densas. Um lugar onde os vizinhos normalmente estão a alguns quilômetros de distância. Joensuu, a capital da região de Karelia, situa-se junto à fronteira com a Rússia, a cerca de 440 km a nordeste de Helsinki.
 
Em Joensuu está localizada a fabrica da John Deere Florestal, onde as máquinas de processamento de madeira cut-to-length são fabricadas: harvesters de roda, forwarders, cabeçotes harvesters, enfardadeiras…
 
Atualmente, a fábrica está sofrendo uma metamorfose. A ultima máquina da Série-D saiu da linha de montagem em dezembro do ano passado e toda a linha de produção foi adaptada e reorganizada para a nova Série-E.
 
Dependendo do modelo, os novos harvesters da Série-E são constituídos por cerca de 3000 a 4000 peças. Existem mais de 100 fornecedores em todo o mundo envolvidos no processo. Motores e rolamentos franceses, sistemas hidráulicos, eixos e cockpits alemães…
 
 A montagem é composta por centenas de fases; há mais de 80 estações de trabalho diferentes.
 
O nascimento demora entre nove a dez dias, mas a reorganização atual tem por objetivo diminuir o período de produção para seis dias. Quase metade de todas as máquinas cut-to-length em todo o mundo são fabricadas na Finlândia.
 
Tudo começa com o corpo da máquina: dúzias de metros de juntas e soldaduras, centenas de pontos de soldagem. A subestrutura, que por si só já pesa cerca de três a cinco toneladas, tem que suportar todo o peso da máquina. O metal pesado vai sendo transformado em novas formas. Cinco robôs de soldadura auxiliam aos trabalhadores. Assim o corpo da máquina é finalizado em dois dias. As lanças e os pilares também estão prontos a essa altura do processo. A fase seguinte é a mecanização. As subestruturas da frente e de trás são feitas separadamente. A linha de montagem da John Deere comporta mais de 30 corpos diferentes de máquinas.
 
A fase seguinte diz respeito à cor da John Deere. A Pintura da subestrutura demora 4 horas: a estrutura é lavada; inserida em um banho de fosfato de ferro, é seca, pintada com poliuretano e é seca novamente.
 
A linha de montagem estende-se ao longo da fábrica e as máquinas vão tomando forma ao longo da linha de produção. As novas peças são adicionadas uma a uma. Somente nessa área há cerca de 50 estações de trabalho. Todas as fases são guiadas e controladas por computadores. Depois são instalados os sistemas de medição e automação. Por fim a máquina está pronta. O período médio entre o pedido e a entrega da máquina na fábrica é de apenas 40 dias.
 
 
Texto Resumido da In The Forest Magazine – John Deere Forestry
No. 01-09. das Páginas: 6 a 10.